Gaspar foi salvo do corredor da morte que era o CCZ em 2008. Foi confundido com outro cachorro e acabou sendo salvo. Morreu de leishmaniose após 5 anos.